VOLUME 53 – Nº 3 | ANO 2021

Baixar a versão completa em PDF

EDITORIAL / EDITORIAL

ARTIGO DE REVISÃO / REVIEW

Leptospirose: Características da enfermidade em humanos e principais técnicas de diagnóstico laboratorial

Tatiane Mendes Varela Ramos

Ilana Teruszkin Balassiano

Taíssa de Souza Menezes da Silva

Joseli Maria da Rocha Nogueira

Rev. Bras. An. Clin. Vol. 53 No. 3 2021

Resumo Abstract Texto completo (PDF)

Resumo

A leptospirose é a zoonose de maior distribuição geográfica, com estimativa de cerca de 60.000 mortes por ano. A doença é causada por bactérias do gênero Leptospira, que possui mais de 300 diferentes sorovares e 64 espécies já identificadas, sendo o ambiente a principal fonte de contaminação. A doença em humanos apresenta manifestações clínicas variadas e caráter bifásico, devendo ser confirmada por meio do diagnóstico laboratorial. O objetivo deste trabalho foi reunir conceitos atualizados sobre a leptospirose humana e as principais técnicas de diagnóstico laboratorial empregadas. A MAT é considerada o padrão-ouro para o diagnóstico da leptospirose, mas devido à baixa sensibilidade na fase inicial da doença é necessário o emprego de técnicas mais sensíveis neste período. Baseado em diversos estudos, as metodologias de PCR, ELISA-IgM e teste rápido apresentaram sensibilidade satisfatória nos primeiros dias após o início dos sintomas. Na segunda semana, a MAT apresentou 100% de sensibilidade, mantendo sua alta especificidade em ambas as fases. No geral, os testes sorológicos de ELISA-IgM e teste rápido apresentaram resultados satisfatórios como métodos de diagnóstico precoce, principalmente tratando-se de locais com pouca infraestrutura, diferente dos laboratórios de referência onde é possível empregar as técnicas de PCR e MAT.
Palavras-chave
Leptospirose humana; Espiroquetas; Diagnóstico Laboratorial

Abstract

Leptospirosis is the most widespread zoonosis, which has a balance of almost 60,000 deaths per year. Bacteria of Leptospira genus, which has more than 300 different serovars and 64 species already identified, cause the disease, being the environment the main source of contamination. The human disease presents a large set of clinical manifestations, showing biphasic presentation, the reason why leptospirosis must be confirmed by laboratory diagnosis. This study aimed to group recent concepts concerning human leptospirosis and the main diagnosis techniques employed at the laboratory. MAT is considered the gold standard for leptospirosis diagnosis, but has low sensitivity on the onset of disease, leading to the use of techniques with higher sensitivity on this period. Based on several studies, PCR, ELISA-IgM and rapid test presented satisfactory sensitivity on the onset of symptoms. In the second week, MAT showed 100% of sensitivity, maintaining its high specificity in both phases. In general, the ELISA-IgM and rapid serological tests showed satisfactory results as methods for early diagnosis, especially in the case of places with poor infrastructure, different from the reference laboratories where it is possible to use the PCR and MAT techniques.

 

Keywords

Human leptospirosis; Spirochaetes; Laboratory Diagnosis

Resistência bacteriana aos antimicrobianos: uma revisão das principais espécies envolvidas em processos infecciosos

Jaime Antonio Abrantes

Joseli Maria da Rocha Nogueira

Rev. Bras. An. Clin. Vol. 53 No. 3 2021

Resumo Abstract Texto completo (PDF)

Resumo

Os mecanismos de resistência bacteriana podem existir de maneira intrínseca ou adquirida, porém em ambos os casos podem dificultar a terapia antimicrobiana preconizada para tratamento de infecções. Este artigo tem como objetivo apresentar estudos recentes sobre o assunto. Foi realizada uma revisão da literatura sobre resistência bacteriana aos antimicrobianos, utilizando as bases de dados MEDLINE, LILACS, Scopus e Web of Science. A busca identificou o total de 16 artigos, que foram publicados entre os anos de 2017 a 2021. A maioria dos artigos sobre Gram-negativos tratou do grupo das enterobactérias, assim como os de Gram-positivos tratou dos gêneros Staphylococcus, Enterococcus e Streptococcus. A resistência bacteriana foi encontrada em cefalosporinas, carbapenêmicos, quinolonas, aminoglicosídeos, entre outros. Em relação aos mecanismos de resistência, as β-Lactamases de espectro estendido (ESBL), enterobactérias resistentes aos carbapenêmicos (ERC), Staphylococcus aureus resistentes à meticilina (MRSA) e Enterococcus resistentes à vancomicina (VRE) foram relatados e observa-se que a maioria dos trabalhos corrobora que seu rastreamento visa minimizar a transmissão em instituições de saúde.

 

Palavras-chave

Farmacorresistência Bacteriana; Infecções Bacterianas; Microbiologia

Abstract

Bacterial resistance mechanisms can exist intrinsically or acquired, but in both cases they can make the antimicrobial therapy recommended for the treatment of infections difficult. This article aims to present recent studies on the subject. A literature review on bacterial resistance to antimicrobials was carried out using the MEDLINE, LILACS, Scopus and Web of Science databases. The search identified a total of 16 articles, which were published between 2017 and 2021. Most articles on Gram-negatives dealt with the enterobacteria group, as well as Gram-positive articles from the Staphylococcus, Enterococcus and Streptococcus genera. Bacterial resistance was found in cephalosporins, carbapenems, quinolones, aminoglycosides, among others. Regarding resistance mechanisms, Extended Spectrum Beta-Lactamases (ESBL), Carbapenem-Resistant Enterobacteria (ERC), Methicillin-Resistant Staphylococcus aureus (MRSA) and Vancomycin-Resistant Enterococcus (VRE) have been reported and it is observed that most works corroborate that its tracking aims to minimize transmission in health institutions.

 

Keywords

Bacterial drug resistance; Bacterial Infections; Microbiology

Controle da qualidade em Citopatologia: A importância da fase pré-analítica

Giovanna Ferreira Alencar

Ivanna Maria Costa de Araujo

Lethicia Victoria Gomes da Costa

Nataly Barros Trajano

Maria Lucia Utagawa

Rev. Bras. An. Clin. Vol. 53 No. 3 2021

Resumo Abstract Texto completo (PDF)

Resumo

O exame citopatológico tem sido utilizado para rastreamento de câncer desde a década de 1940. O exame apresenta uma variação grande com relação à sensibilidade devido a vários fatores provocados durante o processo da fase pré-analítica. O estudo se baseia em uma revisão sistemática, onde os autores fizeram uma investigação sobre o tema, com a finalidade de identificar, selecionar, avaliar e sintetizar as evidências relevantes disponíveis. A busca dos artigos científicos foi realizada por meio de buscas nas bases de dados eletrônica Literatura Latino-Americana em Ciência e Saúde (LILACS), Scientific Electronic Library Online (SCIELO), National Library of Medicine, Estados Unidos (MEDLINE). O objetivo deste estudo foi levantar os principais pontos da fase pré-analitica que podem impactar no resultado do exame de citopatologia e identificar os impactos gerados pela negligência do controle de qualidade analítico e as consequências geradas. Ao estudar a fase pré-analítica na citologia oncótica, entende-se a relevância da qualidade inicial, para o melhor resultado ao paciente. Todos os sistemas de avaliação de desempenho em laboratórios de citopatologia coincidem na necessidade de um programa de controle interno da qualidade perfeitamente estabelecido e executado, podendo obter resultados mais confiáveis.

 

Palavras-chave

Controle da Qualidade; Colo do útero; Citopatologia

Abstract

The cytopathological exam has been used for cancer screening since the 1940s. The exam has a wide variation in sensitivity due to several factors caused during the process of the pre-analytical phase. The study is based on a systematic review, where the authors conducted an investigation on the topic, with the purpose of identifying, selecting, evaluating and synthesizing the relevant evidence available. The search for scientific articles was carried out by searching the electronic databases Latin American Literature on Science and Health (LILACS), Scientific Electronic Library Online (SCIELO), National Library of Medicine, States States (MEDLINE). The objective of this study was to raise the main points of the pre-analytical phase that can impact the result of the cytopathology exam and to identify the impacts generated by the neglect of the analytical quality control and the consequences generated. When studying the pre-analytical phase in oncotic cytology, the relevance of the initial quality is understood, for the best result to the patient. All performance evaluation systems in cytopathology laboratories coincide with the need for a perfectly established and executed internal quality control program, which can obtain more reliable results.

 

Keywords

Quality Control; Cervix Uteri; Citopathology

Expressão imuno-histoquímica dos biomarcadores p16 e Ki-67 na lesão intraepitelial cervical de alto grau: revisão de estudos

Cesar Augusto Ferreira de Melo

Maria Lucia Utagawa

Rev. Bras. An. Clin. Vol. 53 No. 3 2021

Resumo Abstract Texto completo (PDF)

Resumo

O câncer do colo do útero é o quarto tumor mais comum entre mulheres no mundo e o terceiro no Brasil. A detecção precoce e a identificação das lesões cervicais são essenciais no rastreamento do câncer cervical. Nos últimos anos, vários marcadores têm sido apresentados como possíveis candidatos para a triagem eficiente de exames citológicos com anormalidades das células epiteliais. O objetivo deste trabalho é analisar a correlação com a expressão imuno-histoquimica dos biomarcadores p16 e Ki-67 com lesão intraepitelial cervical de alto grau na detecção molecular DNA/HPV de alto risco. A metodologia de pesquisa empregada é uma revisão sistemática, realizada por meio de buscas nas bases de dados eletrônica Literatura Latino-Americana em Ciência e Saúde (LILACS), Scientific Electronic Library Online (SCIELO), National Library of Medicine (MEDLINE) de artigos publicados no período de 2005 a 2019 nos idiomas português, inglês e espanhol. Concluiu-se que o uso das proteínas p16 e Ki67 auxilia na identificação das mudanças que acontecem durante a progressão da lesão cervical, aprimorando os métodos de rastreio atuais. O gene p53, a pRb e ciclinas também têm um papel crítico na carcinogênese e, desta maneira, também têm sido indicados para entrar nos painéis de estudo.

 

Palavras-chave

Neoplasia Intraepitelial Cervical; Neoplasias do Colo do Útero; Biomarcadores; Infecções por Papillomavirus

Abstract

Cervical cancer is the fourth most common tumor among women in the world and the third in Brazil. Early detection and identification of cervical lesions are essential in screening for cervical cancer. In recent years, several markers have been presented as possible candidates for efficient screening of cytological exams with abnormalities of epithelial cells. The objective of this work is to analyze the correlation with the immunohistochemical expression of the biomarkers p16 and ki-67 with high-grade cervical intraepithelial lesion in high-risk DNA / HPV molecular detection. The research methodology employed is a systematic review, carried out by searching the electronic databases Latin American Literature in Science and Health (LILACS), Scientific Electronic Library Online (SCIELO), National Library of Medicine (MEDLINE) of published articles from 2005 to 2019 in Portuguese, English and Spanish. It was concluded that the use of proteins p16 and Ki67, help to identify the changes that happen during the progression of the cervical lesion, improving the current screening methods. The p53 gene, the retinoblastoma protein – pRb and cyclins also plays a critical role in carcinogenesis and thus, they have also been indicated to enter the study panels.

 

Keywords

Cervical Intraepithelial Neoplasm; Uterine Cervical Neoplasms; Biomarkers; Papillomavirus Infections

ARTIGO DE ATUALIZAÇÃO / UPDATE

Avanços e perspectivas no diagnóstico molecular da leucemia mieloide aguda: revisão sistemática

Flávia Martins da Silva

Rogério Reis Conceição

Rev. Bras. An. Clin. Vol. 53 No. 3 2021

Resumo Abstract Texto completo (PDF)

Resumo

O câncer do colo do útero é o quarto tumor mais comum entre mulheres no mundo e o terceiro no Brasil. A detecção precoce e a identificação das lesões cervicais são essenciais no rastreamento do câncer cervical. Nos últimos anos, vários marcadores têm sido apresentados como possíveis candidatos para a triagem eficiente de exames citológicos com anormalidades das células epiteliais. O objetivo deste trabalho é analisar a correlação com a expressão imuno-histoquimica dos biomarcadores p16 e Ki-67 com lesão intraepitelial cervical de alto grau na detecção molecular DNA/HPV de alto risco. A metodologia de pesquisa empregada é uma revisão sistemática, realizada por meio de buscas nas bases de dados eletrônica Literatura Latino-Americana em Ciência e Saúde (LILACS), Scientific Electronic Library Online (SCIELO), National Library of Medicine (MEDLINE) de artigos publicados no período de 2005 a 2019 nos idiomas português, inglês e espanhol. Concluiu-se que o uso das proteínas p16 e Ki67 auxilia na identificação das mudanças que acontecem durante a progressão da lesão cervical, aprimorando os métodos de rastreio atuais. O gene p53, a pRb e ciclinas também têm um papel crítico na carcinogênese e, desta maneira, também têm sido indicados para entrar nos painéis de estudo.

 

Palavras-chave

Neoplasia Intraepitelial Cervical; Neoplasias do Colo do Útero; Biomarcadores; Infecções por Papillomavirus

Abstract

Introduction: Acute myeloid leukemia (AML) is a genetically heterogeneous malignant clonal disorder of the hematopoietic system, characterized by the uncontrolled proliferation of abnormal and immature blast cells and impaired production of normal blood cells. Objective: to present the advances in diagnosis in Acute Myeloid Leukemia through the techniques of molecular biology. Methodology: The research was carried out in the electronic databases for scientific articles of the search portal PubMed, NCBI, BVSMS, also SciELO. Results: Molecular techniques, including real-time quantitative PCR (RT-qPCR), digital PCR and technologies based on new generation sequencing, can be standardized and used to detect AML-associated gene changes. Conclusion: The advance in molecular diagnosis can be promising in the ideal and personalized treatment.

 

Keywords

Blood Cells; Myeloid Leukemia; Prognosis; Technology

Importância do diagnóstico precoce da Chlamydia trachomatis

Maria Lucia Utagawa

Ivanna Maria Costa de Araujo

Rev. Bras. An. Clin. Vol. 53 No. 3 2021

Resumo Abstract Texto completo (PDF)

Resumo

A OMS estima que mais de 1 milhão de infecções sexualmente transmissíveis é adquirido todos os dias em todo o mundo. Dentre as ISTs, a clamídia é a principal causa da doença inflamatória pélvica e de infertilidade em mulheres em todo o mundo. Para esta pesquisa foi realizada uma revisão sistemática. O processo de revisão foi realizado através de uma busca na base de dados eletrônica, como PubMed, Scielo, Google Acadêmico, e em livros didáticos, utilizando os descritores infertilidade, IST, Chlamydia trachomatis. O objetivo deste estudo é buscar na literatura estudos que relatam a relação da Chlamydia trachomatis (CT) com problemas de infertilidade e os melhores métodos de diagnósticos e custo/benefício. O estudo concluiu que a CT é uma IST bastante prevalente no mundo e preocupante devido às complicações que muitas vezes são irreversíveis, como a infertilidade. Dentre os testes existentes no mercado, a PCR e a captura híbrida foram os que apresentaram melhor sensibilidade e especificidade.

 

Palavra-chave

Infertilidade; Chlamydia trachomatis; doença inflamatória pélvica; DST

Abstract

The WHO estimates that more than 1 million sexually transmitted infections are acquired every day worldwide. Among STIs, chlamydia is the main cause of pelvic inflammatory disease and infertility in women worldwide. For this research a systematic review was carried out. The review process was carried out through a search in the electronic database, such as Pubmed, Scielo, Google Scholar and in textbooks, using the descriptors infertility, IST, Chlamydia trachomatis. The aim of this study is to search the literature for studies that report the relationship between CT and infertility problems and the best diagnostic methods and cost benefit. The study concludes that CT is an STI that is quite prevalent in the world and worrisome due to complications that are often irreversible such as infertility. Among the tests on the market, PCR and hybrid capture showed the best sensitivity and specificity.

 

Keywords

Infertility; Chlamydia trachomatis; pelvic inflammatory disease; STD

ARTIGO ORIGINAL / ORIGINAL ARTICLE

Análise qualitativa do teste de fragilidade osmótica para amostras processadas a fresco ou após 24 horas de incubação a 37ºC

Alene de Oliveira Quadros

Lacy Cardoso de Brito Junior

Rev. Bras. An. Clin. Vol. 53 No. 3 2021

Resumo Abstract Texto completo (PDF)

Resumo

Objetivo: Analisar qualitativamente o teste de fragilidade osmótica (F.O.) para amostras a fresco ou após incubação a 37°C. Métodos: Foram processadas 20 amostras de sangue periférico, coletadas em duplicata com 5mL em cada tubo com heparina, de pacientes com solicitação de F.O. como exame de rotina para processamento a fresco e após incubação por 24 horas em banho-maria a 37°C, em 13 tubos com concentrações variáveis de 0,1% a 0,9% de NaCl. Resultados: Foram analisadas 20 amostras de pacientes em sua maioria do gênero feminino 17/20 (85%), com idades entre 3 meses a 75 anos, para realização do teste de F.O. A análise qualitativa dos resultados mostrou que 9/20 (45%) amostras tiveram resultado concordante entre os testes de F.O. para amostras a fresco e após incubação a 37°C. Dos resultados discordantes, 8/11 (72,7%) resultados mostram fragilidade dos eritrócitos à hemólise nas amostras a fresco e curva normal (sem hemólise) após incubação da amostra a 37°C. Outros 3/11 (22,3%) resultados apresentaram curva normal (sem hemólise) no teste com amostra à fresco e resistência à hemólise no teste com a amostra após incubação a 37°C. Com o teste de Extato de Fisher não mostrou diferença estatística (p=0,5743) para as amostras processadas a fresco ou após incubação a 37°C. Conclusão: O teste de F.O. se mostrou mais eficiente quando a amostra testada foi analisada após incubação por 24 horas a 37°C em banho-maria, contudo não houve diferença estatística para resultados processados a fresco ou após incubação a 37°C.

 

Palavras-chave

Anemia Hemolítica; Fragilidade Osmótica; Hemólise

Abstract

Objective: Qualitatively analyze the osmotic fragility test (O.F.) for samples fresh or after incubation at 37°C. Methods: Twenty peripheral blood samples were processed, collected in duplicate with 5 ml in each tube with heparin, from patients with O.F. request. as a routine examination for fresh processing and after incubation for 24 hours in a water bath at 37°C, in 13 tubes with varying concentrations of 0.1% to 0.9% NaCl. Results: Twenty samples of patients were analyzed, mostly female, 17/20 (85%), aged between 3 months to 75 years, for the O.F. test. The qualitative analysis of the results showed that only 9/20 (45%) samples had a consistent result between the F.O. tests for fresh samples and after incubation at 37°C. From the discordant results, 8/11 (72.7%) results show fragility of erythrocytes to hemolysis in fresh samples and normal curve (without hemolysis) after sample incubation at 37o C. Other 3/11 (22.3%) results showed normal curve (without hemolysis) in the test with fresh sample and resistance to hemolysis in the test with the sample after incubation at 37o C. With the Fisher Extact test showing no statistical difference (p=0.5743) for samples processed fresh or after incubation at 37°C. Conclusion: The O.F. proved to be more efficient when the tested sample was analyzed after incubation for 24h at 37°C in a water bath, however, there was no statistical difference for results processed fresh or after incubation at 37°C.

 

Keywords

Hemolytic Anemia; Osmotic Fragility; Hemolysis

Prevalência de bastonetes Gram-negativos não fermentadores isolados em amostras de hemoculturas

Mayara Silveira Leal

Adrieli Alves Carneiro

Patrícia Guedes Garcia

Rev. Bras. An. Clin. Vol. 53 No. 3 2021

Resumo Abstract Texto completo (PDF)

Resumo

Objetivos: Avaliar a prevalência de bactérias não fermentadoras em amostras de hemoculturas provenientes das Unidades de Terapia Intensiva (UTI’s) adulto e neonatal e da Unidade Coronariana (UC); definir o perfil de suscetibilidade aos antimicrobianos das cepas bacterianas prevalentes. Métodos: Foram coletados dados de todas as hemoculturas positivas das UTIs Adulto, Neonatal e UC de um hospital privado, em Juiz de Fora, Minas Gerais, Brasil, de janeiro de 2017 a janeiro de 2019. Resultados: Foram analisados 3.535 resultados de amostras de hemoculturas onde 2.464 (69,7%) foram negativas e 1.071 (30,3%) positivas para algum microrganismo. Dentre as amostras positivas foram encontrados 77 bastonetes Gram-negativos não fermentadores (6,9%), com a prevalência de Acinetobacter baumannii (51,9%) seguido de Pseudomonas aeruginosa (32,5%). As cepas de A. baumannii foram resistentes aos carbapenêmicos e às quinolonas. Quanto às cepas de P. aeruginosa, as drogas testadas que apresentaram maior resistência foram a ampicilina, ampicilina com tazobactam, as cefalosporinas de segunda e terceira geração, exceto ceftazidima; e a tigeciclina. As drogas que apresentaram boa atividade na inibição do crescimento das cepas analisadas foram tigeciclina para A. baumannii e colistina para ambas as cepas. Conclusão: o presente estudo alerta para a resistência a múltiplas classes de antimicrobianos das cepas advindas das UTIs e UC, demonstrando um cenário preocupante e a necessidade de desenvolvimento de novas drogas e novas medidas de controle.

 

Palavras-chave

Hemocultura; Sepse; Resistência Microbiana a Medicamentos; Infecções por Bactérias Gram-negativas

Abstract

Objectives: To evaluate the prevalence of non-fermenting bacteria in blood culture samples from the adult and neonatal intensive care units (ICUs) and the Coronary Care Unit (UC); define the antimicrobial susceptibility profile of prevalent bacterial strains. Methods: Data were collected on all positive blood cultures from the Adult, Neonatal and UC ICUs of a private hospital in Juiz de Fora, Minas Gerais, Brazil, from January 2017 to January 2019. Results: 3535 results of blood culture samples were analyzed, where 2464 (69.7%) were negative and 1071 (30.3%) positive for some microorganism. Among the positive samples, 77 non-fermenting Gram negative rods (6.9%) were found, with the prevalence of Acinetobacter baumannii (51.9%) followed by Pseudomonas aeruginosa (32.5%). A. baumannii strains were resistant to carbapenems and quinolones. As for strains of P. aeruginosa, the drugs tested that showed greater resistance were ampicillin, ampicillin with tazobactam, second and third generation of cephalosporins, except ceftazidime; and tigecycline. The drugs that showed good activity in inhibiting the growth of the strains analyzed were tigecycline for A. baumannii and colistin for both strains. Conclusion: the present study warns of resistance to multiple classes of antimicrobial strains from the ICUs and UC, demonstrating a worrying scenario and the need to develop new drugs and new control measures.

 

Keywords

Blood Culture; Sepsis; Bacterial Drug Resistance; Gram-negative Bacteria Infections

Correlação entre os métodos sorológico e molecular para detecção do HIV na triagem de doadores de sangue na Fundação HEMOPA

Carlos Eduardo de Melo Amaral

Luanne Rafaela Magalhães Cunha

Valéria Lobato Macedo

Rev. Bras. An. Clin. Vol. 53 No. 3 2021

Resumo Abstract Texto completo (PDF)

Resumo

Objetivo: Buscar a correlação entre os métodos sorológico e molecular para detecção do HIV na triagem de doadores de sangue na Fundação HEMOPA. Métodos: Realizou-se a busca das amostras reagentes para HIV, referente aos anos de 2015 a 2019 no Sistema de Banco de Sangue da Fundação HEMOPA. Para análise estatística, utilizou-se o programa SPSS para a comparação das medianas dos valores de S/CO com NAT detectável e indetectável. O teste de X² foi utilizado para apontar a correlação dos valores de S/CO com a presença do RNA viral. Resultados: Obtiveram-se para o estudo 910 amostras reagentes, na qual 75,60% (688/910) positivas (S/CO >1,2) e 24,40% (222/910) inconclusivas (S/CO 0,8-1,2). A mediana de S/CO das amostras detectáveis foi de 503,93 e das indetectáveis foi de 1,22 no NAT. Conclusão: Estabelecemos que na triagem sorológica-molecular há uma correlação estatisticamente significante, na qual a presença de anticorpos e/ou antígenos no teste ARCHITECH HIV Ag/Ab Combo orienta a predição de viremia no NAT.

 

Palavaras-chave

HIV; Sorologia; Bancos de Sangue

Abstract

Objective: Search for the correlation between serological and molecular methods of HIV detection in screening blood donors at the HEMOPA Foundation. Methods: The HIV reagent samples were searched for the years 2015 to 2019 in the Blood Bank System of the HEMOPA Foundation. For statistical analysis, the SPSS program was used to compare the medians of the S / CO values with detectable and undetectable NAT. The X² test was used to point out the correlation between S / CO values and the presence of viral RNA. Results: 910 reagent samples were obtained for the study, in which 75.60% (688/910) positive (S / CO> 1.2) and 24.40% (222/910) inconclusive (S / CO 0.8) -1.2). The median S / CO of the detectable samples was 503.93 and the undetectable was 1.22 in NAT. Conclusion: We established that in serological-molecular screening there is a statistically significant correlation, in which the presence of antibodies and / or antigens in the ARCHITECH HIV Ag / Ab Combo test guides the prediction of viremia in NAT.

 

Keywords

HIV; Serology; Blood Banks

Incidência de Streptococcus β-Hemolítico em Gestantes do Município de Campinas, São Paulo

Melissa Miguel Fedozzi

Jacqueline Fátima Martins de Almeida

Rev. Bras. An. Clin. Vol. 53 No. 3 2021

Resumo Abstract Texto completo (PDF)

Resumo

Objetivo: O objetivo deste estudo foi avaliar a incidência de Streptococcus β-hemolítico em gestantes e a suscetibilidade aos antimicrobianos das pacientes colonizadas. Métodos: Para isso, foram analisadas 4.380 amostras de secreções vaginais e anais de gestantes, a partir de 35 semanas de gestação, atendidas em laboratório particular na cidade de Campinas, para detecção da presença de Streptococcus β-hemolítico. Resultados: Foi encontrada uma prevalência de colonização nas gestantes analisadas de 12% (504/4380), sendo 293 (13%) vaginais e 211 (10%) anais. Das positivas, foi realizado o perfil de resistência bacteriana em 60 amostras, sendo 20% das amostras anais resistentes à clindamicina e 22% à eritromicina e das amostras vaginais 25% resistentes à clindamicina e 33% à eritromicina, não havendo resistência à penicilina e ampicilina. Conclusão: Diante da incidência apresentada, ressalta-se a importância da realização do rastreio da colonização transitória de estreptococos β-hemolíticos em gestantes durante o pré-natal, associado à adequada profilaxia intraparto, para minimizar os riscos de ocorrência de sepse nos neonatos.

 

Palavras-chave

Infecção por Streptococcus agalactiae; Sepse Neonatal; Recém-Nascido; Gestantes

Abstract

Objective: The aim of this study was evaluate the incidence of β-hemolytic Streptococcus in pregnant women and antimicrobial susceptibility of colonized patients. Methods: For this, a cohort of 4,380 of pregnant women, from 35 weeks of gestation, were analyzed, samples of vaginal and anal secretion were collected in a private laboratory in the city of Campinas. Result: The prevalence of colonization was of 12% (504/4380) in pregnant women was evidenced, being 293 (13%) vaginal and 211 (10%) anal. From the positives, the bacterial resistance profile was performed in 60 samples, 20% of the clinical samples resistant to Clindamycin and 22% of Erythromycin and 25% of the vaginal samples resistant to Clindamycin and 33% to Erythromycin, without resistance to Penicillin and Ampicillin. Conclusion: We conclude that the emphasize the importance of performing the screening of β-hemolytic Streptococcus in pregnant women during the prenatal period, associated with adequate intrapartum prophylaxis is needed.

 

Keywords

Streptococcus agalactiae infection; Neonatal Sepsis; Pregnant women; Recent born

Avaliação da qualidade na gestão de estoque em laboratório clínico no município de Fortaleza, Ceará

Charles Ielpo Mourão

Antonia Fatima Pinheiro Ielpo

Rev. Bras. An. Clin. Vol. 53 No. 3 2021

Resumo Abstract Texto completo (PDF)

Resumo

Objetivo: Este trabalho visa discutir sobre a correta gestão de insumos em um laboratório de análises clínicas. Nesse tipo de atividade, o Sistema de Gestão da Qualidade embasa uma série de processos visando garantir a fidedignidade dos resultados, pautados em processos bem estabelecidos. A gestão de insumos e estoque é uma atividade integrada entre os diversos setores existentes na empresa, fundamental para a garantia da qualidade do exame. Dessa forma, falhas na política de qualidade podem desencadear prejuízos materiais, institucionais e humanos. Métodos: Para tanto, realizou-se análise em um laboratório clínico privado de Fortaleza, Ceará, de modo observacional, prospectivo e descritivo, desenvolvido como estudo de caso. Resultados: Verificou-se que, apesar de sistemas de gestão de estoque serem adotados, não há treinamento efetivo e documentação detalhada que norteie todos os processos do setor. Conclusão: A ausência de processos bem definidos de gestão de estoque pode ser interferente importante na correta liberação dos laudos de exames, gerando prejuízos importantes à organização e ao cliente.

 

Palavras-chave

Gestão da Qualidade; Estoque Estratégico; Laboratório

Abstract

Objective: This paper aims to discuss the correct management of inputs in a clinical analysis laboratory. In this type of activity, the Quality Management System is based on a series of processes aimed at guaranteeing the reliability of results, based on well-established processes. The management of inputs and stock is an integrated activity among the various sectors existing in the company, essential for ensuring the quality of the exam. Thus, failures in quality policy can trigger material, institutional and human losses. Methods: For this purpose, an analysis was carried out in a private clinical laboratory in Fortaleza, Ceará, in an observational, prospective and descriptive manner, developed as a case study. Results: It was found that, although inventory management systems are adopted, there is no effective training and detailed documentation to guide all processes in the sector. Conclusion: The absence of well-defined inventory management processes can be an important interferer in the correct release of examination reports, generating significant losses to the organization and the customer.

 

Keywords

Quality Management; Strategic Stockpile; Laboratory

Análise do perfil de sensibilidade aos antimicrobianos de um hospital público de Aracaju, Sergipe

Henrique Francisco de Almeida

Roberta Oliveira da Silva

Mônica Batista de Almeida

Flávia de Almeida

Jéssica Santos Menezes

Thays Almeida Pereira Dias

Rev. Bras. An. Clin. Vol. 53 No. 3 2021

Resumo Abstract Texto completo (PDF)

Resumo

Objetivo: O presente estudo teve como objetivo analisar os perfis microbiológicos e de sensibilidade dos anos de 2017 e 2018 das Unidades de Terapia Intensiva (UTI) neonatal, pediátrica e adulto de um hospital público de Aracaju, Sergipe. Métodos: Mediante a coleta secundária dos dados coletados com a Comissão de Controle de Infecção Hospitalar (CCIH). Resultados: Foram observados, neste estudo, alguns mecanismos de resistência, como: Staphylococcus aureus resistente à meticilina (MRSA), Klebsiella pneumonie produtora de b-lactamase de Espectro Estendido (ESBL), Enterobacter spp ESBL, P. aeruginosa ERC e Providencia stuartii ESBL, todas elas isoladas na UTI neonatal. Os antibióticos que demonstraram menores índices de sensibilidade na média geral para os microrganismos isolados foram: gentamicina, ampicilina e amoxicilina+ clavulanato. As drogas que apresentaram maiores índices de sensibilidade foram: colistina, polimixina B, amicacina, ciprofloxacino, imipenem, meropenem, linezolida, cefepima, piperacilina+tazobactam, vancomicina e teicoplanina. Conclusão: Diante disso, é imprescindível a conscientização dos profissionais de saúde juntamente com a comunidade, em relação à adequada prestação de serviços aos pacientes internados e quanto ao uso racional de antimicrobianos e, dessa maneira, contribuir para a redução das taxas de resistência bacteriana.

 

Palavras-chave

Farmacorresistência Bacteriana; UTI; Testes de Sensibilidade a antimicrobianos

Abstract

Objective: This study aimed to analyze the microbiological and sensitivity profiles of the years 2017 and 2018 of the neonatal, pediatric and adult Intensive Care Units (ICU) of a public hospital in Aracaju, Sergipe. Methods: Through the secondary collection of data collected with the Hospital Infection Control Commission (CCIH). Results: Some resistance mechanisms were observed in this study, such as: methicillin-resistant Staphylococcus aureus (MRSA), Klebsiella pneumonie producer of Extended Spectrum Beta-lactamase (ESBL), Enterobacter spp ESBL, P. aeruginosa ERC and Providencia stuartii ESBL, all they were isolated in the neonatal ICU. The antibiotics that showed lower levels of sensitivity in the general average for the isolated microorganisms were: gentamicin, ampicillin and amoxicillin + clavulanate. The drugs that showed the highest levels of sensitivity were: colistin, polymyxin B, amikacin, ciprofloxacin, imipenem, meropenem, linezolid, cefepime, piperacillin + tazobactam, vancomycin and teicoplanin. Conclusion: Therefore, it is essential to raise the awareness of health professionals together with the community, regarding the adequate provision of services to hospitalized patients and regarding the rational use of antimicrobials and, in this way, contribute to the reduction of bacterial resistance rates.

 

Keywords

Bacterial Drug Resistance; ICU; Antimicrobial Susceptibility Test

Avaliação dos parâmetros de testes rápidos para o diagnóstico do vírus da imunodeficiência humana

Renata Almeida Scherdien

Camila Lima da Silva

Allyne Cristina Grando

Rev. Bras. An. Clin. Vol. 53 No. 3 2021

Resumo Abstract Texto completo (PDF)

Resumo

Objetivo: O objetivo deste trabalho fora realizar uma análise comparativa entre 13 diferentes TR (teste rápido) para HIV que possuem registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). Os dados foram retirados das bulas fornecidas nos sítios eletrônicos dos fabricantes dos TR. Métodos: Neste trabalho comparou-se os TR em relação aos seus parâmetros como sensibilidade, especificidade, acurácia, Valor Preditivo Positivo (VPP) e Valor Preditivo Negativo (VPN) e seus interferentes relatados em suas respectivas bulas. Resultados: Observou-se que somente um fabricante não foi condizente com os valores estipulados pelo Departamento de DST, AIDS e Hepatites Virais (DDAHV) que foi o ECO Teste com valores de sensibilidade e especificidade de 99,1% e 99,2%, respectivamente. Conclusão: Concluiu-se que os fabricantes Alere Determine, Bioclin, Bioeasy, Imunocrom, MedTeste e OnSite revelaram-se com as bulas mais completas, apresentando todos os parâmetros necessários para avaliação do desempenho dos TR em questão.

 

Palavras-chave

HIV; Diagnóstico; Sensibilidade; Especialidade

Abstract

Objective: The objective of this work was to carry out a comparative analysis between 13 different RT (rapid test) for HIV that are registered with the National Health Surveillance Agency (Anvisa). The data were taken from the package inserts provided on the websites of the manufacturers of the RT. Methods: In this work, the RT in relation to your parameters such as sensitivity, specificity, accuracy, Positive Predictive Value (PPV) and Negative Predictive Value (NPV) and their interferences reported in their respective package inserts was compared. Results: We conclude that only one manufacturer does not comply with the values stipulated by the DDAHV that was the ECO Test with values of sensitivity and specificity of 99,1% and 99,2% respectively. Conclusion: The manufacturers Alere Determine, Bioclin, Bioeasy, Immunocrom, MedTest and OnSite have revealed themselves with the most complete package inserts presenting all the necessary parameters to evaluate the performance of the RT in question.

 

Keywords

HIV; Diagnosis; Sensitivity; Specificity

Hipossuficiência de vitamina D em pacientes atendidos em um laboratório de análises clínicas de Salvador, Bahia

Lara Rodrigues Santos de Novais

Kamilla Freire de Oliveira

Amanda Reis Silva

Marcus Vinicius Alves Lima

Rev. Bras. An. Clin. Vol. 53 No. 3 2021

Resumo Abstract Texto completo (PDF)

Resumo

Objetivo: Avaliar a frequência de hipossuficiência em vitamina D em soteropolitanos atendidos em um laboratório de análises clínicas de Salvador entre os anos de 2015 e 2018. Métodos: Trata-se de um estudo de corte transversal, retrospectivo, com amostra de conveniência. Foram prospectados dados sobre a dosagem de 25-hidróxi-vitamina D (OH25) de pacientes atendidos no Laboratório de Análises Clínicas da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE). As análises estatísticas foram realizadas no software GraphPad Prism a partir da estratificação por níveis séricos de vitamina D, gênero, faixa etária e procedência do paciente. Os valores de referência utilizados na análise da vitamina D estão em consonância com as recomendações da Sociedade Brasileira de Endocrinologia. Resultados: Foram analisados 2.263 pacientes com idade entre 1 e 99 anos (mediana = 53; IQ= 35 e 64), sendo 82,39% do sexo feminino. Dentre as 1.863 mulheres analisadas, 602 (32,31%) desvelaram níveis deficientes e 731 (39,24%) insuficientes. Entre os homens, 105 (26,38%) foram categorizados como deficientes e 150 (37,69%) insuficientes. Crianças menores de 12 anos exibiram os maiores níveis de vitamina D (mediana = 32,69) e adultos com mais de 80 anos apresentaram os menores níveis (mediana = 20,95). Todos os grupos etários evidenciaram mais de 40% dos indivíduos com hipossuficiência em vitamina D. Conclusão: Os resultados deste trabalho ratificam um percentual elevado de hipovitaminose D em todas as faixas etárias, suscitando necessidade de reflexão pelos órgãos competentes sobre o ajuste dos valores de referência ou suplementação de vitamina D na população.

 

Palavras-chave

Vitamina D; Deficiência; Análises Clínicas

Abstract

Objective: To assess the frequency of vitamin D hypo-sufficiency in patients at a clinical analysis laboratory in Salvador between the years 2015 and 2018. Methods: This is a cross-sectional study with a convenience sample. Data on the dosage of 25-hydroxy-vitamin D (OH25) from patients seen at the Clinical Analysis Laboratory of APAE were prospected. Statistical analyzes were performed using the GraphPad Prism software based on stratification by serum vitamin D levels, gender, age and origin of the patient. The reference values used in the analysis of vitamin D are in line with the recommendations of the Brazilian Society of Endocrinology. Results: 2,263 patients aged 1 to 99 years (median = 53; IQ = 35 and 64) were evaluated, 82.39% of whom were female. Among the 1,863 women analyzed, 602 (32.31%) revealed deficient levels and 731 (39.24%) insuficiente levels. Among men, 105 (26.38%) were categorized as deficient and 150 (37.69%) were insufficient. Children under 12 years old had the highest levels of vitamin D (median = 32.69) and adults over 80 years old had the lowest levels (median = 20.95). All age groups showed more than 40% of individuals with low vitamin D deficiency. Conclusion: The studied sample showed a high percentage of hypovitaminosis D, to be revealing the need for reflection by organs competent of vitamin D supplementation in the general population or the adjustment of reference values.

 

Keywords

Vitamin D; Deficiency; Clinical Analysis

Perfil de suscetibilidade antimicrobiana em infecções do sítio cirúrgico em um hospital público de traumato-ortopedia no Nordeste do Brasil

Jair Figueredo dos Santos

Júlio César Gomes da Silva

Maria Amália Ribeiro de Amorim Vasconcelos

Sylvia Maria de Lemos Hinrichsen

Rev. Bras. An. Clin. Vol. 53 No. 3 2021

Resumo Abstract Texto completo (PDF)

Resumo

Objetivo: As infecções de sítios cirúrgicos (ISC) constituem a terceira maior classe de infecções relacionadas à assistência à saúde no Brasil e estão consideravelmente aumentadas em pacientes submetidos a procedimentos cirúrgicos ortopédicos. Grande parte das ISC ortopédicas relacionam-se a bactérias Gram-positivas, dentre elas Staphylococcus ssp. Outros microrganismos comumente encontrados são: Enterococcus ssp., assim como bactérias Gram-negativas, com destaque para Escherichia coli, e Pseudomonas aeruginosa. O presente estudo objetivou identificar a frequência de infecções bacterianas em sítios cirúrgicos e perfil de suscetibilidade antimicrobiana. Métodos: Estudo retrospectivo com análise de resultados microbiológicos de pacientes atendidos no serviço de traumato-ortopedia em hospital público de referência, entre agosto de 2016 a setembro de 2018. Resultados: Do total de 258 amostras enviadas ao laboratório, 138 isolados foram positivos, 84% foram pacientes masculinos, nos quais 32 espécies de bactérias foram identificadas, sendo as mais frequentes Staphylococcus aureus (25,2%), Enterococcus faecalis (10,8%), seguido das bactérias Gram-negativas Escherichia coli (9,9%) e Pseudomonas aeruginosa (9,9%). A suscetibilidade antimicrobiana revelou que 87,5% dos Staphylococcus aureus isolados eram MRSA (Staphylococcus aureus resistentes a meticilina) e sensíveis a vancomicina (96,4%) e Teicoplanina (98,2%). Considerando as Gram negativas, este estudo mostrou que houve frequência similar entre Escherichia coli (9,9%) e Pseudomonas aeruginosa (9,9%), seguido de Klebsiella pneumoniae (8,1%). A Escherichia coli, apresentou altas taxas de resistência às cefalosporinas e penicilinas. Conclusão: O perfil microbiológico e a suscetibilidade antimicrobiana devem ser considerados na determinação das terapias antimicrobianas adequadas para controle das infecções hospitalares, possibilitando uso racional de antibióticos e diminuição da resistência bacteriana.

 

Palavras-chave

Infecção da Ferida Cirúrgica; Ortopedia; Staphylococcus aureus; Escherichia coli; Farmacorresistência Bacteriana

Abstract

Objective: Surgical site infections (SSIs) represent the third largest class of infections related to health care in Brazil. Risk of SSIs increase in patients undergoing orthopedic surgical procedures. Most orthopedic SSI are related to Gram-positive bacteria, among them Staphylococcus ssp. Other microorganisms commonly found are Enterococcus, as well as Gram-negative bacteria, especially Escherichia coli e Pseudomonas aeruginosa. The present study aimed to identify the frequency of bacterial infections in surgical sites and antimicrobial susceptibility profile. Methods: Retrospective study analyzed microbiological results from patients attending the orthopedic trauma service in a public referral hospital from August 2016 to September 2018. Results: Of the 258 samples sent to the laboratory, 138 isolates were positive, 84% were from male patients and more than 31 species of bacteria were identified, with the most frequent being Gram positive Staphylococcus aureus (25,2%) and the second most frequent being Enterococcus faecalis (10.8%), followed by Gram negative bacteria Escherichia coli (9.9%) and Pseudomonas aeruginosa (9.9%). The antimicrobial susceptibility showed that 87.5% of Staphylococcus aureus isolates were MRSA (methicillin resistant Staphylococcus aureus) and presented sensitivity to vancomycin (96.4%) and Teicoplanine (98.2%). Considering gram-negative bacteria, this study showed that there was a technical tie between Escherichia coli (9.9%) and Pseudomonas aeruginosa (9.9%) followed by Klebsiella pneumoniae (8.1%). Regarding the antimicrobial susceptibility profile, Escherichia coli presented high resistance to cephalosporin and Penicillin. Conclusion: Microbiological profile and susceptibility to antimicrobials must be considered when determining the most appropriate antibiotic therapies to control hospital infections and decrease emergence of bacterial resistance.

 

Keywords

Surgical Wound Infection; Orthopedics; Staphylococcus aureus; Escherichia coli; Bacterial Drug Resistance

COMUNICAÇÃO BREVE / SHORT COMMUNICATION

Análise microbiológica de morangos frescos comercializados em Goiânia, Goiás

Verbenie Khrissy Machado Nascimento Araújo

Elissa Dirane Estephan

Alessandra Marques Cardoso

Rev. Bras. An. Clin. Vol. 53 No. 3 2021

Resumo Abstract Texto completo (PDF)

Resumo

Objetivo: O consumo de alimentos contaminados por microrganismos patogênicos pode levar a quadros de doenças transmitidas por alimentos. O presente estudo objetivou realizar uma análise microbiológica de morangos frescos (Fragaria vesca) comercializados em Goiânia, Goiás, pesquisando a presença de Escherichia coli e Salmonella spp., em consonância com a RDC nº 12, de 02 de janeiro de 2001. Métodos: Foram analisadas 51 amostras de morangos frescos in natura no Laboratório Clínico da PUC Goiás, sendo 25 amostras oriundas de supermercados e 26 de comércio livre/rua, entre agosto/2019 e dezembro/2019, em diversos bairros das regiões Norte, Noroeste, Sul e Central do município de Goiânia, Goiás. Foram feitas culturas bacterianas nos ágares Eosin Methylene Blue e Salmonella-Shigella, e identificados os isolados por provas bioquímicas clássicas. Como controle de qualidade, a cada bateria de experimentos, duas cepas bacterianas conhecidas, uma Salmonella spp. (Programa Nacional de Controle de Qualidade/PNCQ) e uma E. coli ATCC 25923, foram utilizadas. Resultados: Das 51 amostras analisadas, 5,9% (3/51) apresentaram positividade para o crescimento de E. coli, sendo estas amostras adquiridas no comércio livre/rua. Foi observada ausência de Salmonella spp. Conclusão: A grande maioria (94,1%) das amostras analisadas nesta pesquisa negativaram em relação à presença de E. coli e 100% negativaram para a presença de Salmonella spp., demonstrando que independente de adquiridos em comércio livre/rua ou em supermercados, os morangos encontravam-se microbiologicamente seguros para o consumo, de acordo com a legislação brasileira vigente.

 

Palavras-chave

Microbiologia de Alimentos; Coliformes; Escherichia coli; Fragaria vesca

Abstract

Objective: The consumption of food contaminated by pathogenic microorganisms can cause Foodborne Diseases. The present study aimed to perform a microbiological analysis of fresh strawberries (Fragaria vesca) marketed in Goiânia, Goiás, researching the presence of Escherichia coli and Salmonella spp., in line with RDC No. 12, of January 2, 2001. Methods: They have analyzed 51 samples of fresh strawberries in natura at the Clinical Laboratory of PUC Goiás, 25 samples from supermarkets and 26 from free trade/street, between August/2019 and December/2019, in several neighborhoods in the North, Northwest, South, and Central regions county of Goiânia, Goiás. Bacterial cultures cultivated on Eosin Methylene Blue and Salmonella-Shigella agar, and identification of the isolates by standard biochemical tests. As a quality control, in each battery of experiments, two known bacterial strains, one Salmonella spp. (National Quality Control Program/PNCQ) and an E. coli ATCC 25923 was used. Results: Of the 51 samples analyzed, 5.9% (3/51) were positive for the growth of E. coli, these samples were acquired in free/street commerce. Absence of Salmonella spp. Conclusion: The majority (94.1%) of the samples analyzed in this research were negative concerning the presence of E. coli, and 100% were negative for the presence of Salmonella spp., demonstrating that independent of being acquired in free trade/street or supermarkets, the strawberries analyzed were microbiologically safe for consumption, following the current Brazilian legislation.

 

Keywords

Foodborne Microbiology; Coliforms; Escherichia coli; Fragaria vesca

NOTA TÉCNICA / TECHNICAL NOTES

Posicionamento da Sociedade Brasileira de Análises Clínicas sobre o reporte da estrutura denominada Urbanorum spp. em amostras de fezes – 2021

José Antonio Tesser Poloni

Alessandro Conrado de Oliveira Silveira

Flávia Martinello

Mauren Isfer Anghebem

Paulo Murillo Neufeld

Tiana Tasca

Lenilza Mattos Lima

Rev. Bras. An. Clin. Vol. 53 No. 3 2021

Texto completo (PDF)

CARTA AO EDITOR / LETTER TO EDITOR

Carta ao Editor

Rev. Bras. An. Clin. Vol. 53 No. 3 2021

Texto completo (PDF)