SOCIEDADE BRASILEIRA DE ANÁLISES CLÍNICAS

No final da década de 60, no Rio de Janeiro, era prática habitual a ocorrência de reuniões e encontros de farmacêuticos para a discussão sobre novas metodologias, avanços e progressos tecnológicos na área laboratorial, bem como para a discussão de formas de promoção e crescimento dos profissionais que militavam nas análises clínicas. Nessas reuniões, aos poucos, foi surgindo a ideia de se fundar uma nova entidade científica, aberta a todos os profissionais de nível superior com interesse no biodiagnóstico. Em 1967, então, foi fundada a Sociedade Brasileira de Análises Clínicas, que passou a ser conhecida, nacionalmente, por seu acrônimo, SBAC.

A SBAC é uma entidade científica e profissional, sem fins lucrativos, criada com o objetivo precípuo de desenvolver as análises clínicas em suas diversas especialidades. Outro objetivo indissociável da SBAC é apoiar os laboratórios clínicos frente a questões de natureza política, econômica e social.

Com uma presença forte no país, a SBAC pode ser encontrada em todo o território nacional, através de suas Regionais e Delegacias, fazendo com que suas dimensões sejam quase que continentais. Em decorrência dessa ampla distribuição, não há dúvidas acerca da magnitude de sua importância no campo das análises clínicas e de sua responsabilidade em relação à promoção da saúde da população brasileira.

Desde a sua fundação, a SBAC tem desempenhado um papel de liderança e vanguarda. Em 1969, passou a editar a Revista Brasileira de Análises Clínicas [RBAC], com uma tiragem de mais de 5.000 exemplares e forte difusão nacional e internacional. Em 1971, realizou o primeiro Congresso Brasileiro de Análises Clínicas [CBAC], que teve lugar São Paulo, e que, a partir dessa data, passou a ter uma constância anual, até os dias de hoje. Em 1972, foi criado o Título de Especialista em Análises Clínicas e seu regulamento para outorga, com o objetivo de valorizar o profissional de análises clínicas, tanto técnica quanto academicamente. Em 1976, criou o Programa Nacional de Controle de Qualidade [PNCQ], com o intuito de implantar, desenvolver e executar um programa de controle externo da qualidade para os laboratórios clínicos e instituições de diagnóstico em saúde. Em 1997, fundou o Departamento de Inspeção e Credenciamento da Qualidade [DICQ], com o objetivo de certificar o sistema de gestão da qualidade dos laboratórios de análises clínicas. Em 2008 e 2009, foram criados, respectivamente, o Centro de Pós-Graduação [CPG] e o SBACe-Learning, para a atualização, aprimoramento e aperfeiçoamento dos profissionais de análises clínicas. Em 2015, foi criado o Centro de Ensino e Pesquisa em Análises Clínicas [CEPAC], para gestionar toda a área educacional e científica da sociedade. No momento atual, a SBAC busca, como meta, a sua internacionalização, a fim de se transformar em elo entre a moderna tecnologia de diagnóstico disponível internacionalmente e os laboratórios clínicos do país.

PRESIDÊNCIA E DIRETORIA

Presidente

Dr. Luiz Fernando Barcelos (RS)

Vice-Presidente

Dra. Maria Elizabeth Menezes (SC)

Secretária-Geral

Dra. Lenira da Silva Costa (RN)

Secretária

Mauren Isfer Anghebem (PR)

Tesoureiro

Dr. André Valpassos P. Guimarães (RJ)

Tesoureiro Adjunto

Paulo Aparecido Brandão Pinto (SP)

Conselho Fiscal

Vanderlei Eustáquio Machado

Alverne Passos Barbosa

Jurandi David da Silva

Suplentes

Nilson Lima Lopes

Tereza Neuma de Souza Brito

Dr. Paulo Roberto Hatschbach

ENDEREÇO PARA CORRESPONDÊNCIA

Sociedade Brasileira de Análises Clínicas-SBAC

Rua Vicente Licínio 99 – Tijuca – Rio de Janeiro-RJ, 20270-902

Tel: (21) 2187-0800

E-mail: [email protected]

Acesse o site da SBAC