Edição Atual - RBAC

VOLUME 53 – Nº 4 | ANO 2021

Baixar a versão completa em PDF

EDITORIAL / EDITORIAL

ARTIGO DE REVISÃO / REVIEW

A fase pré-analítica na gestão da qualidade em medicina laboratorial: uma breve revisão

Natalia Gomes Boechat

Patrick Menezes

Rev. Bras. An. Clin. Vol. 53 No. 4 2021

Resumo Abstract Texto completo (PDF)

Resumo

A grande evolução científica e tecnológica observada nas últimas décadas foi um dos fatores responsáveis pelo aumento da complexidade laboratorial e dos erros laboratoriais. A fase pré-analítica é a etapa mais propensa a erros em razão de dificuldade de monitoramento e controle dos fatores, visto que a maioria ocorre fora dos laboratórios. As falhas ocorridas nessa fase podem refletir nas fases posteriores (analítica e pós-analítica) e comprometer o resultado final do exame. O objetivo desse estudo é discutir como os erros e os interferentes pré-analíticos influenciam na área de Medicina Laboratorial. Por meio de pesquisas bibliográficas, levantaram-se dados de materiais já publicados na área nas principais plataformas de pesquisa, como Google Acadêmico, MEDLINE, Scopus®, ISI Web of Knowledge®, SciFinder®, Lilacs e IBECS. Após aplicar os critérios de exclusão e realizar uma leitura pormenorizada dos títulos e dos conteúdos de todo o material levantado, 23 artigos foram utilizados na revisão. Tentar minimizar os erros laboratoriais é de suma importância e permitir a melhoria do processo técnico reduz os resultados falsos dos testes e isso pode ser alcançado através da qualidade dos indicadores, o que melhora a qualidade dos serviços em Medicina Laboratorial.

 

Palavras-chave

Fase Pré-Analítica; Gestão da Qualidade; Laboratório Clínico

Abstract

The growing scientific and technological evolution observed in recent decades was one of the factors responsible for the increase in laboratory complexity and laboratoy errors. Pre-analytical phase is the most error-prone stage due to the difficulty of monitoring and cotrolling the factors, since most of them take place outside the laboratories. Faults in this phase may be reflect in anothers phases (analytical and pos-analytical) and implicate the final result of the exam. The paper’s aim is to think about the consequences in Laboratory Medicine by pre-analytical erros and pre-analytical interferences. Through bibliographical research, datas were collected from materials on the main plataforms, like Google Acadêmico, MEDLINE, Scopus®, ISI Web of Knowledge®, SciFinder®, Lilacs and IBECS. After to apply the exclucion criteria and to analyze the titlles and the scripts, 23 papers were used in the overeview. Try to decrease laboratory errors is very most important and to allow the progress of the technical process reduces wrong results and this be achieved over the quality of indicators, wich improves the capacity of services in Laboratory Medicine.

 

Keywords

Pre-Analytical Phase; Quality Management; Clinical Laboratory

Diagnóstico hematológico e molecular das neoplasias mieloproliferativas crônicas BCR-ABL negativas

Ana Carolina Menezes Mendonça Valente

Raquel Tognon Ribeiro

Rev. Bras. An. Clin. Vol. 53 No. 4 2021

Resumo Abstract Texto completo (PDF)

Resumo

As neoplasias mieloproliferativas crônicas (NMPC) são doenças hematopoiéticas clonais que acometem a linhagem mieloide. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), a policitemia vera (PV), a trombocitemia essencial (TE) e a mielofibrose (MF) são classificadas como NMPC BCR-ABL negativas. O surgimento dessas doenças está correlacionado com fatores genéticos, como mutações nos genes JAK2, MPL e CALR e outras mutações cooperantes que também podem estar presentes, levando ao aparecimento de diferentes fenótipos e prognósticos. A OMS constantemente revisa e atualiza os critérios de classificação, levando em consideração aspectos clínicos, morfológicos e genéticos. As análises laboratoriais, hematológicas e genéticas são de grande importância para o diagnóstico das neoplasias hematológicas, e devem ser realizadas da forma correta para permitir o diagnóstico diferencial entre outras neoplasias e distúrbios reacionais. O presente trabalho tem como objetivo revisar a fisiopatologia das NMPC e relacionar com os achados clínicos, hematológicos e genéticos, visando instruir e atualizar os analistas clínicos para que possam efetivamente contribuir para o diagnóstico dessas doenças, impactando o prognóstico dos pacientes. Ainda, a discussão sobre diagnóstico molecular tem o intuito de chamar a atenção para a constante evolução da área e importância desta para a hematologia.

 

Palavras-chave

Transtornos Mieloproliferativos; Neoplasias Hematológicas; Técnicas de Diagnóstico Molecular

Abstract

The Chronic Myeloproliferative Neoplasms (MPN) are hematopoietic disease that affect the myeloid lineage cells. According to WHO, the Polycythemia vera (PV), Essential Thrombocythemia (ET) and Myelofibrosis (MF) are classified as BCR-ABL negative neoplasms. The occurrence of these diseases is correlated with genetics factors, as mutations in the JAK2, MPL e CALR genes and other cooperative mutations that may also be present, leading to different phenotypes manifestations and prognostics. WHO revises and updates constantly these diseases’ classification criteria, considering clinical, morphological and genetic aspects. Laboratory tests, both hematological and genetic, have a key rule at these diseases’ diagnosis and must be performed correctly in order to ensure a differential diagnosis from other neoplasms and reactive disorders. This manuscript aims to revise the MPN’s physiopathology linking it to clinical, hematological and genetical findings, aiming to instruct and update clinical analysts so they can contribute to those diseases’ diagnostic, impacting the patients’ prognostics. Furthermore, the considerations about molecular diagnostics have the intention of emphasize the constant evolution of this subject and its importance to hematology.

 

Keywords

Myeloproliferative Disorders; Hematologic Neoplasms; Molecular Diagnostic Techniques

Multidrug-resistant Staphylococcus aureus isolated from the hands and nasal cavity of professionals in a surgical center

Kauana Nadine Rangel de Souza Brock

Eliandra Mirlei Rossi

Larissa Kochhann Menezes

Jessica Fernanda Barreto Honorato

Shara Sakira Becker Kessler

Natacha Cristina Melz Zappani

Priscila Rodrigues Garrido Bratkowski

Rev. Bras. An. Clin. Vol. 53 No. 4 2021

Resumo Abstract Texto completo (PDF)

Resumo

Staphylococcus aureus multirresistente tem sido frequentemente encontrado nas mãos e cavidades nasais de seres humanos, sendo uma das principais causas de infecção nosocomial. O objetivo deste trabalho foi verificar a presença de S. aureus nesses sítios anatômicos em 27 profissionais de saúde que trabalham em centro cirúrgico. As amostras foram obtidas por swabs estéreis, previamente humedecidos com solução salina, que posteriormente foram semeados em placas de Petri contendo ágar manitol salgado. As colônias com aspecto característico foram coradas pelo Gram e submetidas a testes bioquímicos para sua confirmação. Provas de susceptibilidade a antimicrobianos foram também realizadas, utilizando a técnica de difusão em disco descrita por Kirby-Bauer. 40,7% (11) dos profissionais apresentram S. aureus nas cavidades nasais e 14,81% (4) apresentaram  esse microrganismo nas mãos, pelo  menos, em uma das coletas. Das 36 cepas de S. aureus isoladas, 11,11% apresentaram resistência à meticilina, 77,8% apresentaram resistência à penicilina, amoxacilina/ácido clavulânico e ampicilina/sulbactam e 58,3% se mostraram multirresistentes. A sensibilidade das cepas foi observada principalmente para ciprofloxacina (97,22%) e nitrofurantoína (97,22%). A partir dos resultados encontrados é possível concluir que o número de portadores de S. aureus é relativamente alto e que as  cepas isoladas são resistentes a múltiplas drogas, principalmente àquelas de primeira escolha, empregadas para controlar infecções comuns.

 

Palavras-Chave

Staphylococcus aureus, Profissional de Saúde, Resistência a antimicrobianos, infecção hospitalar

Abstract

Multidrug-resistant Staphylococcus aureus has often been found in the hands and nasal cavity of human beings and is among the leading causes of nosocomial infections. Our objective was to verify the presence of S. aureus in the hands and nasal cavity of 27 professionals from the operating room in a hospital. The samples were collected with a sterile swab previously moistened with saline solution and later were spread in plates containing Salt Mannitol agar. Characteristic colonies were confirmed by Gram-staining and biochemical tests. The Antibiotic susceptibility test was performed using the disk diffusion technique described by Kirby-Bauer. 40.7% (11) of the professionals have S. aureus in the nasal cavity. 14.81% (4) of the professionals presented S. aureus in their hands in only one of the collections. Of the 36 strains of S. aureus isolated, 11.11% are methicillin resistant, 77.8% showed resistance to penicillin, amoxacillin/clavulanic acid and ampicillin/sulbactam and 58.3% were multidrug resistant. The sensitivity of strains observed mainly to ciprofloxacin (97.22%) and nitrofurantoin (97.22%). The results allow us to conclude that the number of S. aureus carriers is relatively high and that the isolated strains are multidrug-resistant, mainly for the antibiotics of first choice used to control common infections.

 

Keywords

Staphylococcus aureus; Health Personnel; Antimicrobial resistance; Hospital infection

Value of immature reticulocyte fraction in anemias and other hematologic conditions: a brief narrative review

Mariane Cristina Souza

Leilismara Sousa Nogueira

Thaís Resende Batista

Maria das Graças Carvalho

Danyelle Romana Alves Rios

Rev. Bras. An. Clin. Vol. 53 No. 4 2021

Resumo Abstract Texto completo (PDF)

Resumo

Novos parâmetros hematológicos, como a fração de reticulócitos imaturos (IRF), tendem a se tornar ferramentas importantes na prática clínica. O IRF identifica os reticulócitos mais imaturos, que contêm grande quantidade de ácido ribonucleico, sendo um importante parâmetro para avaliar a atividade da medula óssea, em tempo real, para o diagnóstico diferencial das anemias, acompanhamento do seu tratamento, e para o acompanhamento ou recuperação da medula óssea em diversas condições clínicas. No entanto, ainda há um longo caminho a percorrer antes que a IRF possa ser usada na prática clínica. Assim sendo, é urgente estabelecer os valores de referência e padronizar as metodologias utilizadas pelos diferentes analisadores hematológicos e como expressar seus resultados. Esta revisão narrativa fornece uma perspectiva crítica sobre o IRF e seu potencial para o uso clínico, bem como suas limitações.

 

Palavras-chave

Reticulócitos; Anemia Ferropriva; Anemia Hemolítica; Medula Óssea; Talassemia

Abstract

New hematological parameters, such as immature reticulocyte fraction (IRF), tend to become important tools in clinical practice. IRF identifies the most immature reticulocytes that contain a large amount of ribonucleic acid, being an important parameter to evaluate bone marrow activity in real time for differential diagnosis of anemias, monitoring of its treatment, and for follow-up or bone marrow recovery in various clinical conditions. However, there is still a long way to go before IRF can be used in clinical practice. Thus, it is urgent to establish reference values and to standardize of the methodologies used by different hematological analyzers and how to express the results. This narrative review provides a critical perspective on IRF, its potential of clinical use and limitations.

 

Keywords

Reticulocytes; Iron-Deficiency Anemia; Hemolytic Anemia; Bone Marrow; Thalassemia

Interferências do gel separador em análises bioquímicas e possíveis soluções: uma revisão bibliográfica

Thalita Silva de Oliveira

Derick Mendes Bandeira

Elem Batista

Patrick Menezes

Rev. Bras. An. Clin. Vol. 53 No. 4 2021

Resumo Abstract Texto completo (PDF)

Resumo

Este trabalho é uma revisão bibliográfica sobre as interferências dos tubos de coleta com gel separador em análises bioquímicas, comparando estes resultados com os obtidos em tubos com separador mecânico (Barricor). Para tanto, buscamos artigos nas bases de dados PubMed, Google acadêmico, Scielo e LILACS. Após a aplicação dos critérios de inclusão e exclusão, foram selecionados 21 artigos para a escrita da revisão. Estes trabalhos mostraram que o gel pode causar instabilidade nas dosagens de íons e de diversas substâncias orgânicas. Além disso, em alguns casos a análise da amostra fica impossibilitada devido ao fenômeno de formação do gel flutuante. No entanto, através do uso do tubo com separador mecânico foi possível minimizar essas interferências e instabilidades. Outra vantagem está relacionada ao tempo reduzido de centrifugação da amostra com o tubo de separador mecânico (3 min. vs. 10 min.). Este tipo de separação também permite uma centrifugação mais eficaz da amostra, com menor contaminação do plasma com células e plaquetas, quando comparada à centrifugação do soro obtido nos tubos tradicionais com gel separador. Por estas razões, fica evidente que as amostras de plasma obtidas em tubos de separação mecânica demonstram ser de melhor qualidade para as análises bioquímicas.

 

Palavras-chave

Bioquímica; Erros de Diagnóstico; Fase Pré-Analítica

Abstract

This work is a bibliographic review about the interferences of the collection tubes with separating gel in biochemical analyzes, comparing these results with those obtained with a mechanical separator (Barricor). For that, we searched for articles in the databases Pubmed, Google scholar, Scielo, and LILACS. After applying the inclusion and exclusion criteria, we selected 21 papers to write the review. These studies showed that the gel might cause instability in the dosage of ions and various organic substances. Besides, in some cases, the analysis of the sample is impossible due to the phenomenon of floating gel formation. However, through the use of the tube with a mechanical separator, it was possible to minimize these interferences and instabilities. Another advantage is related to the reduced time of centrifugation of the sample with the mechanical separator tube (3 min vs. 10 min). This type of separation also allows more efficient centrifugation of the specimen, with less contamination of the plasma with cells and platelets when compared to the serum obtained in traditional tubes with separator gel. For these reasons, the plasma samples obtained in mechanical separation tubes prove to be of better quality for biochemical analyzes.

 

Keywords

Biochemistry; Diagnostic Errors; Pre-Analytical Phase

ARTIGO ORIGINAL / ORIGINAL ARTICLE

Métrica Seis Sigma em análises clínicas e a qualidade na rotina laboratorial

Ânderson Ramos Carvalho

Osmar Luiz Magalhães de Oliveira

Rev. Bras. An. Clin. Vol. 53 No. 4 2021

Resumo Abstract Texto completo (PDF)

Resumo

Objetivo: Existe uma demanda por laboratórios de análises clínicas para mostrar as qualidades de sua rotina. Assim, os laboratórios se preocupam com os principais atributos que impactam a qualidade analítica: precisão e exatidão. A métrica sigma é uma ferramenta para acessar o desempenho analítico de forma fácil e inequívoca. No entanto, os laboratórios têm dificuldade em calcular e divulgar suas qualidades sigma. Métodos: Assim, objetivamos mostrar como obter e interpretar a qualidade sigma em um laboratório de análises clínicas localizado no sul do Brasil. Nosso trabalho analisou 19 parâmetros bioquímicos e dois hematológicos em relação às qualidades sigma obtidas. Além disso, sugerimos ações e estratégias de controle de qualidade que impactam positivamente a qualidade sigma por meio do índice de qualidade. Portanto, o conhecimento da qualidade sigma permite melhores estratégias de controle de qualidade e referências para metodologias de laboratório sobre qualidade. Resultados: Diferentes métricas sigma foram encontradas de 9 a 0,2 sigma. Essas métricas indicaram ótimos desempenhos, bem como espaço para melhorias significativas, conforme indicado pelo Índice de Qualidade. Portanto, o conhecimento das métricas sigma fornece uma referência de qualidade para o laboratório e permite que você avalie a eficiência analítica. Conclusão: Com base nessas constatações, esperamos que os laboratórios calculem suas qualidades, demonstrando o alcance da qualidade sigma. Além disso, podem estabelecer estratégias de controle de qualidade com o objetivo de melhoria contínua nas análises clínicas.

 

Palavras-chave

Gestão da Qualidade Total; Controle de Qualidade; Melhoria de Qualidade

Abstract

Objective: There is a demand for clinical analysis laboratories to display the qualities of their routine. Thus, laboratories are concerned with the main attributes that impact analytical quality: precision and accuracy. The sigma metric is a tool to easily and unambiguously access analytical performance. However, laboratories have difficulties in calculating and disclosing their sigma qualities. Thus, we aim to show how to obtain and interpret sigma quality in a clinical analysis laboratory located in southern Brazil. Methods: Our work analyzed 19 biochemical and two hematological parameters regarding the achieved sigma qualities. In addition, we suggest quality control actions and strategies that positively impact sigma quality through the quality index. Therefore, knowledge of sigma quality allows for better quality control strategies and benchmarks for laboratory methodologies about quality. Results: Different sigma metrics were found from 9 to 0.2 sigma. These metrics indicated great performances as well as room for significant improvement as indicated by the Quality Score. Therefore, knowledge of sigma metrics provides a quality benchmark for the laboratory and allows you to assess analytical efficiency. Conclusion: Based on these findings, we hope that laboratories will calculate their qualities, demonstrating the reach of sigma quality. In addition, they can establish quality control strategies with the objective of continuous improvement in clinical analyses.

 

Keywords

Total Quality Management; Quality Control; Quality Improvement

Análise comparativa dos parâmetros de testes rápidos para o diagnóstico da Hepatite B

Suelin Korb

Allyne Cristina Grando

Rev. Bras. An. Clin. Vol. 53 No. 4 2021

Resumo Abstract Texto completo (PDF)

Resumo

Objetivo: Determinar qual teste rápido (TR) é mais sensível/específico, qual possui maior valor de precisão, maior valor preditivo positivo e negativo e seus interferentes para orientar os responsáveis técnicos na hora de adquirir um TR. Métodos: Realizou-se uma busca na plataforma online da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) onde foram selecionadas nove bulas para uma análise comparativa. Resultados: Entre as bulas analisadas somente três testes (HBsAg ECO Teste, Teste Rápido OnSite HBsAg Combo e HBsAg Bioclin) estariam em concordância com os critérios estabelecidos pelo Ministério da Saúde (MS). Conclusão: É importante a padronização dos critérios para a validação destes testes para que todos possam ser comparados mediante um número aproximado de amostras totais, podendo assim apresentar informações claras ao consumidor. Em geral, os resultados demonstram que os TR podem ser favoráveis para investigação do vírus da hepatite B (HBV) em áreas com pouca infraestrutura e baixos recursos, mesmo que ainda existam limitações nesses testes.

 

Palavras-chave

Hepatite B; Sensibilidade e Especificidade; Precisão da Medição Dimensional; Valor Preditivo dos Testes; Cromatografia de Afinidade

Abstract

Objective: to gather data and determine which RT is more sensitive / specific, which has the highest accuracy value, the highest positive and negative predictive value and its interference to guide technical managers when acquiring a TR. Methods: a search was carried out on Anvisa’s online platform where 9 package inserts were selected for comparative analysis. Results: Among the package inserts analyzed, only three tests (HBsAg ECO Test, Rapid OnSite Test HBsAg Combo and HBsAg Bioclin) would be in agreement with the criteria established by the MS. Conclusion: It is important that the criteria for the validation of these tests are standardized so that all can be compared using an approximate number of total samples, thus being able to present clear information to the consumer. In general, the results demonstrate that RT can be favorable for investigating HBV in areas with little infrastructure and low resources, even though there are still limitations in these tests.

 

Keywords

Hepatitis B; Sensitivity and Specificity; Dimensional Measurement Accuracy; Predictive Value of Tests; Chromatography, Affinity

Verificação in vitro da ação dos antiagregantes plaquetários ticagrelor, bissulfato de clopidogrel e cloridrato de prasugrel como agente antibacteriano frente ao Staphylococcus aureus

Ana Carolina Amaral Coutinho

Luiz Francisley de Paiva

Emerentina Maria Machado Fonseca

Matheus Henrique Fernandes

Sérgio Rodrigo Beraldo

Rev. Bras. An. Clin. Vol. 53 No. 4 2021

Resumo Abstract Texto completo (PDF)

Resumo

Objetivo: Verificar in vitro a atividade antibacteriana de antiagregantes plaquetários contra cepas padrão de Staphylococcus aureus. Métodos: Foram utilizados três medicamentos similares, pertencentes à classe de antiagregantes plaquetários: Ticagrelor, Bissulfato de Clopidogrel e Cloridrato de Prasugrel. Os microrganismos utilizados foram S. aureus ATCC 6538 e S. aureus ATCC 25923. Para a verificação do efeito antimicrobiano dos medicamentos, foram utilizados dois métodos: Método de disco-difusão, no qual foi testado 50µL do fármaco diluído, correspondendo a 4,5mg para Ticagrelor; 3,75mg para Bissulfato de Clopidogrel; 0,5mg de Cloridrato de Prasugrel; e pelo método de macrodiluição em caldo, realizada com o objetivo de verificar a concentração inibitória mínima, no qual foram utilizados 10 tubos com diferentes concentrações de cada fármaco. Os tubos foram incubados por 24 horas a 37ºC. Após esse período, foi retirada uma alíquota de 10µL da cultura de cada tubo, sendo em seguida plaqueados em meio Ágar Mueller-Hinton. As placas foram incubadas sob as condições anteriormente citadas e, após 24 horas, foi verificada a concentração bactericida mínima. Resultados: Pelo método de disco-difusão não foram observados halos de inibição em nenhuma amostra testada. Pelo método de macrodiluição, os fármacos Ticagrelor e Cloridrato de Prasugrel não demonstraram atividade antibacteriana, entretanto, o Bissulfato de Clopidogrel apresentou ação antibacteriana a partir da concentração 9,37mg/mL. Conclusão: Foi verificada uma ação antibacteriana frente ao Staphylococcus aureus pelo antiagregante plaquetário Bissulfato de Clopidogrel.

 

Palavras-chave

Endocardite; Antibacterianos; Inibidores da Agregação de Plaquetas.

Abstract

Objective: Check in vitro the antibacterial activity of antiplatelet agents against standard strains of Staphylococcus aureus. Methods: Three similar drugs were used, belonging to the class of antiplatelet agents: Ticagrelor, Clopidogrel bisulfate and Prasugrel hydrochloride. The microorganisms used were S. aureus ATCC 6538 and S. aureus ATCC 25923. To check the antimicrobial effect of drugs, two methods were used: Disc-diffusion method, in which 50 µL of the diluted drug was tested, corresponding to 4.5 mg for Ticagrelor; 3.75 mg for Clopidogrel Bisulfate; 0.5 mg of Prasugrel hydrochloride; and by the broth macrodilution method, performed with the objective of verifying the minimum inhibitory concentration in which 10 tubes with different concentrations of each drug were used. The tubes were incubated for 24 hours at 37ºC. After this period, a 10 µL aliquot of the culture was removed from each tube and then sown in Agar Muller-Hinton medium. The plates were incubated under the conditions mentioned above and after 24 hours, the minimum bactericidal concentration was verified. Results: By the disk-diffusion method, no inhibition halos were observed in any tested sample. By the macrodilution method, the drugs Ticagrelor and prasugrel hydrochloride did not demonstrate antibacterial activity, however, Clopidogrel Bisulfate showed antibacterial action from the concentration 9.37 mg / mL. Conclusion: An antibacterial action against Staphylococcus aureus was verified by the antiplatelet agent Clopidogrel bisulfate.

 

Keywords

Endocarditis; Anti-Bacterial Agents; Platelet Aggregation Inhibitors.

A importância da sedimentoscopia em amostras de urina com exame físico-químico negativo

Fernanda Kézia de Sousa Silva

Alexandre de Almeida Monteiro

Rev. Bras. An. Clin. Vol. 53 No. 4 2021

Resumo Abstract Texto completo (PDF)

Resumo

Objetivo: Identificar a existência de elementos clinicamente importantes no sedimento urinário de amostras de urinas com exame físico-químico negativo como os cristais, leveduras e bactérias. Métodos: O presente estudo concebeu uma análise descritiva quali-quantitativa de dados clínicos contidos no sistema do laboratório. Foram analisados dados do período de julho a dezembro de 2019. Resultados: Foram extraídos dados referentes a 48.755 sumários de urina, e foi constatado que 9.160 exames (18,79%) não apresentaram alterações na sedimentoscopia. Conclusão: A técnica é necessária para triar possíveis doenças e por isso é indispensável, pois pode mostrar ao clínico que existem elementos anormais, mesmo em urinas com o exame físico-químico negativo.

 

Palavras-chave

Urina; Glomerulonefrite; Urinálise

Abstract

Objective: To identify the existence of clinically important elements in the urine sediment of urine samples with negative physical-chemical examination such as crystals, yeasts and bacteria. Methods: The present study designed a qualitative and quantitative descriptive analysis of clinical data contained in the laboratory system. Data from July to December 2019 were analyzed. Results: Data referring to 48,755 urine summaries were extracted, and it was found that 9,160 tests (18.79%) did not show changes in sedimentcopy. Conclusion: However, such a technique is necessary to screen for possible diseases and is therefore essential, as it can show the clinician that there are abnormal elements, even in urines with negative physical-chemical examination.

 

Keywords

Urine; Glomerulonephritis; Urinalysis

Comparação das metodologias óptica e de impedância para a determinação de parâmetros hematológicos no analisador Sysmex-XN

Jennifer Tassoni Staehler

Luana Moro

Gabriel Giron Corrêa

Luciana Scotti

Iuri Vicente Camargo Morkis

Carine Ghem

Rev. Bras. An. Clin. Vol. 53 No. 4 2021

Resumo Abstract Texto completo (PDF)

Resumo

Objetivo: Comparar as metodologias de impedância e óptica para contagem de eritrócitos (RBC) e dosagem de hemoglobina (HGB) como forma de corrigir a contagem de eritrócitos em casos de pacientes que apresentam índice de concentração de hemoglobina corpuscular média (CHCM) acima do ponto de corte. Métodos: Para comparar as metodologias, foram utilizadas amostras com CHCM normal e aumentado. Os parâmetros avaliados foram RBC, HGB e CHCM. Resultados: As amostras com valores de CHCM aumentado demonstraram uma correlação significativa entre RBC e HGB, porém o CHCM apresentou uma correlação fraca. Observamos que a metodologia por impedância obteve maior sucesso na correção do CHCM quando as amostras apresentavam aglutinação. Conclusão: A metodologia óptica é uma boa alternativa para correção de valores aumentados de CHCM em situações específicas, mas para casos de aglutinação não se mostrou efetiva.

 

Palavras-chave

Hematologia; Hemograma; Eritrócitos

Abstract

Objetctive: Compare the impedance and optical methodologies for red blood cells (RBC) count and hemoglobin (HGB) measurement as a way to correct the RBC count in cases of patients who have a MCHC index above the cutoff. Methods: To compare the methodologies, samples with normal and augmented MCHC were used. The parameters evaluated were RBC, HGB and MCHC. Results: Samples with increased MCHC values demonstrated a significant correlation between RBC and HGB, but the MCHC showed a weak correlation. We observed that the impedance methodology was more successful in correcting the MCHC when the samples presented agglutination. Conclusion: Optical methodology is a good alternative for correction of increased CHCM values in specific situations, but for cases of agglutination it has not been shown to be effective.

 

Keywords

Hematology; Hemogram; Erythrocytes

COMUNICAÇÃO BREVE / SHORT COMMUNICATION

Prevalência de Enterobacterales isoladas em amostras de hemoculturas de pacientes em um hospital privado de Juiz de Fora-MG

Adrielli Alves Carneiro

Patrícia Guedes Garcia

Patrícia Ganimi Tavella

Rev. Bras. An. Clin. Vol. 53 No. 4 2021

Resumo Abstract Texto completo (PDF)

Resumo

Objetivo: Avaliar a prevalência de Enterobacterales isoladas de amostras de hemoculturas provenientes das Unidades de Terapia Intensiva; Definir o perfil de suscetibilidade aos antimicrobianos das cepas bacterianas de maior prevalência. Métodos: Foram coletados dados de todas as hemoculturas positivas com crescimento de enterobactérias das UTI’s Adulto, Neonatal e UC de um hospital privado, em Juiz de Fora, Minas Gerais, Brasil, de janeiro de 2017 a janeiro de 2019. Resultados: Foram encontradas 3.535 amostras de hemoculturas onde 2.464 (69,7%) foram negativas e 1.071 (30,3%) positivas para algum microrganismo. Dessas, 237 (21,3%) eram enterobactérias, com prevalência de Klebsiella pneumoniae (33,3%), Serratia marcescens (21,9%), Escherichia coli (18,1%) e Enterobacter cloacae (9,3%). Dentre essas bactérias, as cefalosporinas foram as drogas menos efetivas e colistina e tigeciclina as que apresentaram maior sensibilidade nas cepas analisadas. Conclusão: o presente estudo alerta para o elevado grau de multirresistência aos antimicrobianos das cepas advindas das UTI’s e UC, demonstrando um cenário atual preocupante e a necessidade de desenvolvimento de novas drogas e novas medidas de controle.

 

Palavras-chave

Farmacorresistência Bacteriana; Hemocultura; Sepse

Abstract

Objective: Evaluate the prevalence of Enterobacterales isolated from blood culture samples from the Intensive Care Units; Define the antimicrobial susceptibility profile of the most prevalent bacterial strains. Methods: Were collected on all positive blood cultures with growth of enterobacteria from the Adult, Neonatal and UC ICUs of a private hospital in Juiz de Fora, Minas Gerais, Brazil, from January 2017 to January 2019. Results: 3535 blood culture samples were found where 2464 (69.7%) were negative and 1071 (30.3%) positive for some microorganism. Of these, 237 (21.3%) were enterobacteria, with a prevalence of Klebsiella pneumoniae (33.3%), Serratia marcescens (21.9%), Escherichia coli (18.1%) and Enterobacter cloacae (9.3%). Among these bacteria, cephalosporins were the least effective drugs and colistin and tigecycline were the most sensitive in the strains analyzed. Conclusion: the present study warns of the high degree of multidrug resistance to the antimicrobials of the strains from the ICUs and UC, demonstrating a worrying current scenario and the need to develop new drugs and new control measures.

 

Keywords: Drug Resistance, Blood Culture; Sepsis

Staphylococcus aureus Resistente à Meticilina: uma análise da presença na microbiota nasal de estudantes de saúde em período de estágio

Bruno Janke do Nascimento

Suzana Carstensen

Rev. Bras. An. Clin. Vol. 53 No. 4 2021

Resumo Abstract Texto completo (PDF)

Resumo

Objetivo: A disseminação da resistência bacteriana se tornou o principal obstáculo no tratamento das infecções em todo o mundo. As infecções relacionadas aos cuidados de saúde (IRCS) constituem grande parte do total de infecções diagnosticadas no Brasil. A principal causa para a elevação deste índice é a disseminação bacteriana por profissionais de saúde. O principal patógeno isolado nas IRCS no Brasil é o Staphylococcus aureus e em grande parte dos casos é confirmado seu perfil multirresistente a diversos antibióticos, sendo que algumas destas cepas são denominadas Staphylococcus aureus resistente à meticilina (MRSA). O objetivo deste estudo foi analisar a prevalência de S. aureus e MRSA na microbiota nasal dos acadêmicos de biomedicina, enfermagem e fisioterapia da instituição de ensino superior de Araucária (PR) em período de estágio. Métodos: Foram coletadas amostras de swab nasal de 51 indivíduos, semeadas em ágar manitol salgado 7,5%. As colônias sugestivas de S. aureus tiveram confirmação com bacterioscopia, testes de catalase e coagulase. Após confirmadas, as cepas de S. aureus foram semeadas em ágar cromogênico seletivo e diferencial para MRSA. Resultados: A taxa de colonização nasal por S. aureus foi de 45,1%; destas cepas 91,3% eram MRSA, o que representa 41,2% do total de indivíduos. Conclusão: Os dados alcançados evidenciam a necessidade de vigilância de resistência bacteriana em profissionais e estudantes de saúde para evitar a ocorrência de IRCS.

 

Palavras-chave

Staphylococcus aureus; Resistência; Infecção Hospitalar

Abstract

Objective: The spread of bacterial resistance has become the main obstacle in the treatment of infections worldwide. Healthcare-Associated Infections (HAI) constitute a large part of the total number of infections diagnosed in Brazil and the main cause for these rates is the bacterial spread by healthcare professionals. The main pathogen isolated in the HAI in Brazil is S. aureus and, in most cases, its multi-resistant profile to several antibiotics is confirmed, some of these strains are called Methicillin-resistant Staphylococcus aureus (MRSA). The aim of this study was to analyze the prevalence of S. aureus and MRSA in the nasal microbiota of biomedicine, nursing and physiotherapy students at the Araucária (PR) higher education institution during the internship period. Methods: Nasal swab samples were collected from 51 individuals, sown on mannitol salt agar 7.5%. Colonies suggestive of S. aureus were confirmed with bacterioscopy, catalase and coagulase tests. After confirmed, the strains of S. aureus were sown on selective and differential chromogenic agar for MRSA. Results: The rate of nasal colonization by S. aureus was 45.1%, of these strains 91.3% were MRSA, which represents 41.2% of the total of individuals. Conclusion: The data obtained show the need for surveillance of bacterial resistance in health professionals and students to prevent the occurrence of HAI.

 

Keywords

Sthaphylococcus aureus; Resistance; Hospital Infection

Índice de recoletas em um laboratório privado de Salvador-BA no ano de 2019

Beneli Santos Miranda

Marissandra Santana Santos

Vanessa da Silva Brito

Rev. Bras. An. Clin. Vol. 53 No. 4 2021

Resumo Abstract Texto completo (PDF)

Resumo

Introdução: O uso dos indicadores da qualidade faz parte do acompanhamento sistemático do desempenho nos processos analíticos laboratoriais, apresentando informações que ajudam a identificar oportunidades de melhoria. Os laboratórios clínicos têm passado por constantes aprimoramentos, especialmente através da evolução tecnológica de instrumentos e equipamentos, bem como atualização e surgimento de novas ferramentas de gestão aplicadas à análise de qualidade, proporcionando mais segurança e confiabilidade em seus processos. Objetivo: Apresentar os índices de recoletas gerados pelo laboratório no período de um ano em um laboratório privado na cidade de Salvador, identificando principais erros na fase pré-analítica. Métodos: Os resultados foram coletados através do sistema de informatização utilizado pelo laboratório para construção da base de dados. Trata-se de um estudo descritivo exploratório no qual foram utilizados dados acerca dos interferentes laboratoriais de um laboratório de análises clínicas privado na cidade de Salvador-Ba, durante o ano de 2019. Resultados: A partir dos parâmetros pré-analíticos avaliados foi possível observar que a falha na coleta é indicador mais frequente, seguido pela presença de coágulo na amostra e falhas na área técnica e/ou no laboratório de apoio, respectivamente. Conclusão: A necessidade de recoleta pode causar desconforto ao paciente, aumentando a repetição inapropriada de exames, tendo impacto direto sobre os custos dos recursos do laboratório clínico. Com a descrição desses elementos será possível construir evidências para avaliação da necessidade da implementação de um sistema de qualidade no laboratório que visem à educação continuada, possibilitando ações corretivas e preventivas para minimizar os problemas.

 

Palavras-chave

Interferentes laboratoriais; recoletas; fase pré-analítica

Abstract

 

Introduction: The use of quality indicators is part of the systematic monitoring of performance in laboratory analytical processes, presenting information that helps identify opportunities for improvement. Clinical laboratories have undergone constant improvements, especially through the technological evolution of instruments and equipment, as well as updating and emergence of new management tools applied to quality analysis, providing more safety and reliability in their processes. Objective: To present the recollect rates generated by the laboratory over a period of one year in a private laboratory in the city of Salvador, identifying main errors in the pre-analytical phase. Methods: This is a descriptive exploratory study in which data were used on laboratory interferences from a private clinical analysis laboratory in the city of Salvador-Ba, during 2019. Results: From the pre-analytical parameters evaluated, it was possible to observe that the failure in the collection is the most frequent indicator, followed by the presence of clot in the sample and failures in technical area and/or in the support laboratory, respectively. Conclusion: The need for recollection can cause discomfort to the patient, increasing the inappropriate repetition of tests, having a direct impact on the costs of the resources of the clinical laboratory. With the description of these elements it will be possible to build evidence to avoid the need for the implementation of a quality system in the laboratory aimed at continuing education, enabling corrective and preventive actions to minimize problems.

 

Keywords

laboratory interferences; recollects; pre-analytical phase

Comparação de dois métodos na realização do exame de velocidade de hemossedimentação (VHS) em um hospital oncológico

Tiago César Gouvêa Moreira

Caio Agostini Calheiros Grosso

Micaely Santos Stanzani

Paola Braga dos Santos

Núbia de Lima Pedrosa

Rev. Bras. An. Clin. Vol. 53 No. 4 2021

Resumo Abstract Texto completo (PDF)

Resumo

Introdução: O exame de velocidade de hemossedimentação (VHS) mede a distância em que os eritrócitos caem durante 60 minutos em um tubo vertical. Objetivo: Comparar dois métodos de realização do exame de VHS em um hospital oncológico. Material e métodos: Foram coletados, de 45 pacientes, 5mL a 6mL de sangue que foram transferidos para dois tubos com anticoagulante. O sangue de ambos os tubos foi transferido para uma pipeta de vidro com capacidade de 200mm e 2,5mm de diâmetro interno, que foi adaptada em suporte vertical, aguardando por uma hora. Os resultados foram analisados pelo programa SPSS versão 25. Resultados: O nível de sedimentação em milímetros (mm) do método referência de Westergren modificado utilizando citrato de sódio 3,2% é menor quando comparado com o método alternativo utilizando anticoagulante EDTA, com Z score: -5,29 (p = 0,01) e R = 0,79. Discussão: O International Council for Standardization in Haematology (ICSH) descreveu grandes diferenças entre os métodos de Westergren e os não baseados em Westergren. Conclusão: Sugere-se a utilização do método de Westergren modificado na realização do exame. Além disso, com a padronização do melhor método de realização do exame, gerará resultados mais confiáveis, refletindo de forma positiva na rotina hospitalar.

 

Palavras-chave

Hemossedimentação; Neoplasias; Testes Hematológicos

Abstract

Introduction: The erythrocyte velocity test (ESR) the distance at which erythrocytes fall within 60 minutes in a vertical tube. Objective: to compare two methods of performing the ESR test in an oncology hospital. Material and methods: 5-6 mL of blood were collected from 45 patients transferred to two tubes with anticoagulant. The blood from both tubes was transferred to a glass pipette with a 200mm capacity and 2.5mm internal diameter, which was adapted on a vertical support, waiting for 1 hour. The results obtained by the SPSS version 25 program. Results: The level of sentiment in mm (mm) of the Westergren reference method modified using sodium citrate 3.2% is lower when compared to the alternative method using EDTA anticoagulant, with Z score: -5.29 (p = 0.01) and R = 0.79. Discussion: The International Council for Standardization in Hematology (ICSH), layouts that greatly differ between Westergren’s methods and those not based on Westergren. Conclusion: It is suggested to use the modified Westergren method when performing the exam. In addition, with the standardization of the best method of conducting the exam, it will generate better known results, reflecting positively on the hospital routine.

 

Keywords

Erythrocyte Sedimentation; Neoplasms; Hematologic Tests

RELATO DE CASO / CASE REPORT

A interação entre Hb B2, Hb S e beta talassemia: um relato de caso familiar

Raphael de Souza Santos

João Vinícius Moraes Costa

Luiz Arthur Calheiros Leite

Claudia R. Bonini-Domingos

Rev. Bras. An. Clin. Vol. 53 No. 4 2021

Resumo Abstract Texto completo (PDF)

Resumo

As hemoglobinopatias são doenças hereditárias que incluem talassemia e doença falciforme. O objetivo do presente estudo foi destacar a interação entre a variante Hb S, formas talassêmicas (beta talassemia por IVS1-6) e a variante Hb B2. Os exames realizados foram hemograma completo, eletroforese de hemoglobina em pH ácido e alcalino, dosagem de hemoglobina A2, Cromatografia Líquida de Alta Performance e investigação molecular. Esse relato evidencia a interação entre os polimorfismos de hemoglobina na população brasileira e a necessidade de adequada interpretação dos resultados de testes clássicos para a melhor compreensão dos casos.

 

Palavras-chave

Hemoglobinopatias; Talassemia; Polimorfismo Genético; Anemia Falciforme

Abstract

Hemoglobinopathies are a hereditary disease that includes thalassemia and sickle cell disease. The present study aimed to show the interaction between the Hb S variant, thalassemia forms (Beta-thalassemia by IVS1-6), and the Hb B2 variant. The tests performed were complete blood count, hemoglobin electrophoresis at acid and alkaline pH, hemoglobin A2 dosage, High-Performance Liquid Chromatography, and molecular investigation. This report highlights the interaction between hemoglobin polymorphisms in the Brazilian population and the need for an adequate interpretation of the results of classical tests for a better understanding of the cases.

 

Keywords

Hemoglobinopathies; Thalassemia; Polymorphism Genetic; Anemia, Sickle Cell